Dicas e Novidades

8 dicas para incentivar a independência dos pequenos

 

Estimular a independência das crianças é algo muito importante, mas nem todo mundo sabe como fazer isso e a hora certa de começar. Primeiramente, é fundamental entender que a autonomia acontece aos poucos, sendo ideal oferecer estímulos nas atividades mais simples até as mais complexas. Inclusive, brinquedos educativos são excelentes para atingir esse objetivo, visto que também contribuem para seu desenvolvimento. Portanto, se você quer entender mais sobre o assunto e a importância de estimular sua independência desde cedo, continue acompanhando o post de hoje até o fim e veja 8 dicas para colocar esse incentivo em prática. 

1. Ensine o pequeno organizar seus objetos

A partir de um ano e meio de idade, o pequeno já compreende ordens simples e já pode começar a participar de algumas tarefas, como guardar seus brinquedos educativos, sapatos e até mesmo colocar sua roupa no cesto de roupa suja. Obviamente, não se pode exigir muita coisa, mas pequenos estímulos e orientações com certeza irão promover diversos benefícios a longo prazo. Inclusive, essas atividades contribuem para o desenvolvimento do pensamento lógico matemático, exige planejamento, atenção e responsabilidade. 

2. Incentive descobertas

A infância é uma época de infinitas descobertas e os pequenos amam explorar novas coisas e situações. Sendo assim, deixe que eles descubram por conta própria evitando superproteger e, portanto, permitir que tenham suas próprias iniciativas diante das necessidades. É claro que você não vai colocar seu filho em perigo para se machucar, mas algumas quedas leves são muito importantes para o processo de aprender a andar ou se equilibrar ao segurar em algo. Dessa forma, ao mesmo tempo que desenvolvem a parte motora e cognitiva, as crianças ainda entendem sobre limites e perigos. 

3. Deixe que ele tome decisões 

Devemos lembrar que até mesmo uma criança é capaz de tomar decisões e fazer suas escolhas. Portanto, comece com pequenas ações no dia a dia, como deixá-la escolher a roupa que irá vestir, objetos do material escolar e, dependendo do caso, o que irá comer em certas situações. Com o tempo, ela irá ganhar autonomia para tomar melhores decisões desse tipo. 

4. Mostre como se arrumar sozinho

Ligado com o tópico anterior, vestir-se sozinha ajuda no desenvolvimento da coordenação motora, lateralidade, organização do pensamento lógico, etc. Ainda que possam parecer simples, essas atitudes exigem concentração e organização do pensamento do pequeno, contribuindo para seu desenvolvimento e autonomia. Para isso, o ideal é apostar em roupas com elástico ou velcro e, conforme o tempo for passando, incluir aquelas com zíperes, botões e cadarços. Além disso, você ainda pode ajudar ensinando truques, como a costura da roupa ficar por dentro e a etiqueta para trás, a costura central da calça ficar embaixo do umbigo, etc. 

5. Ajude-o a lidar com frustrações

Ter tudo o que deseja não é algo saudável para o desenvolvimento do pequeno. Nesse sentido, dizer “não” é um grande ato de amor, assim como pode ajudar em seu desenvolvimento. Com isso, você irá ensiná-lo a lidar com frustrações, fazendo com que ele fique mais forte emocionalmente e, consequentemente, mais preparado para atingir sua independência. 

6. Incentive a criança a resolver pequenos problemas

É muito importante permitir que as crianças superem por conta própria pequenas dificuldades e desafios, sem deixar de protegê-las em situações de perigo, obviamente. Dessa forma, você cria condições propícias para o desenvolvimento de sua autonomia. Isso com certeza irá refletir não apenas no desenvolvimento a curto prazo, mas em toda sua vida. É muito comum vermos pais e responsáveis colocando os pequenos em uma caixa de vidro, com medo do que possa acontecer com eles, mas isso irá mais atrapalhar do que ajudar. 

7. Estimule a comunicação

Vale lembrar ainda que estimular a comunicação do pequeno é outra forma de ajudá-lo a se tornar mais independente. Afinal, tanto a comunicação verbal quanto a não verbal é fundamental para o ser humano interagir com o mundo. Essa dica vale, principalmente para crianças que estão aprendendo a se comunicar. Portanto, para ajudá-las nesse processo, mantenha sempre o contato visual, fale devagar, corresponda às tentativas de comunicação, etc. 

8. Tenha paciência

Por fim, mas não menos importante, saiba que interromper ou impedir o pequeno de fazer alguma atividade pode prejudicar seu desenvolvimento. Isso acontece, principalmente, quando a pressa ou perfeccionismo dos responsáveis na execução passa por cima do que a criança está fazendo. Além disso, outro motivo é quando os pais fazem algo no lugar da criança para compensar a ausência. Mas, independente do caso, saiba que o pequeno precisa fazer as coisas sozinho, sendo fundamental ter paciência no processo. 

Então, com as dicas do post de hoje temos certeza que você será capaz de estimular a independência e autonomia de seu pequeno. Lembre-se que isso não significa deixá-lo desamparado, mas sim oferecer os estímulos adequados. Tenha em mente que isso irá promover diversos benefícios para seu desenvolvimento, impactando toda a sua vida de maneira positiva.