Dar brinquedos educativos para crianças é melhor que videogame? Entenda

Você tem dúvida se dar brinquedos educativos para crianças é melhor que videogame? 

Todos os anos, o mercado de videogames e de brinquedos lançam diversas novas opções para crianças e muitos pais ficam na dúvida sobre qual escolher. 

Mas acontece que os presentes mais quentes do ano podem não ser os melhores presentes para o desenvolvimento de seu filho.

Brinquedos de qualquer tipo proporcionam um mundo de diversão e, dependendo do tipo, podem até trazer benefícios educacionais para as crianças. 

Porém, com a tecnologia em alta em todos os aspectos e áreas de nossas vidas, alguns pais escolhem brinquedos tradicionais, como blocos, quebra-cabeças, bonecas em vez de tablets para crianças e videogames para as crianças. 

Mas, afinal de contas, brinquedos educativos para crianças são melhores que videogame? 

À primeira vista, sim, os brinquedos que promovem algum tipo de desenvolvimento da criança (brinquedos educativos) são melhores. Porém, também precisamos compreender como os videogames atuam no desenvolvimento dos pequenos. 

Para saber mais sobre o assunto, continue a leitura e descubra se dar brinquedos educativos para crianças é realmente melhor que videogame! 

Os benefícios dos brinquedos educativos

Os brinquedos educativos são funcionais no que diz respeito ao desenvolvimento e às habilidades da criança. 

Eles podem não ter o brilho e o glamour dos brinquedos tecnológicos, mas são muito importantes para que a criança desenvolva diferentes habilidades, como funções motoras, criatividade e assim por diante. 

 Aqui estão alguns benefícios de ter brinquedos educativos:

Cria interação social

Quando uma criança brinca com blocos, quebra-cabeças ou jogos de tabuleiro, fornece interação social para todos estarem envolvidos. Os brinquedos tecnológicos se baseiam na aprendizagem de como compartilhar e se revezar, mas os brinquedos educativos permitem que todos brinquem.

Leitura de livros

Claro, as crianças podem ler livros em tablets, mas apenas por um curto período, pois a luz pode ferir seus olhos com o uso excessivo. Livros de textura para bebês ajudam a desenvolver seu sentido do tato e, quando eles começarem a aprender a ler, dê-lhes livros apropriados para a idade para melhorar sua habilidade de leitura.

Atividades ao ar livre

Os brinquedos tecnológicos são mais adequados para ambientes fechados, mas com os brinquedos educativos e tradicionais, como bolas e cordas de pular, as crianças não estão apenas lá fora para tomar um pouco de ar fresco. 

Com eles, elas estão aprendendo sobre esportes, arte ao ar livre e sendo ativas, tudo enquanto ainda se divertem ao sol.

Quais são os contras dos brinquedos tecnológicos e videogame? 

Os brinquedos tecnológicos, incluindo videogame, podem ser ótimos para desenvolver algumas habilidades, como a criatividade, por exemplo. 

Porém, com muitas luzes, sons e movimentos vindos deles, eles podem causar danos se não forem desfrutados em pequenas doses. 

Aqui estão alguns contras em brinquedos tecnológicos e videogame:

Estilos de vida pouco saudáveis 

Quando seu filho está brincando com seu robô, tablet, ou videogame, às vezes ele fica sentado por horas. 

Essa inatividade pode levar à obesidade infantil e, em casos piores, ao diabetes. Além disso, quando as crianças olham fixamente para o tablet ou a tela da TV por muito tempo, a luz pode ser prejudicial aos olhos.

Certifique-se de definir um limite de tela e tecnologia para que as crianças tenham um estilo de vida saudável e equilibrado com seus brinquedos de tecnologia.

Promove o isolamento

Certos brinquedos, como videogames e aplicativos, podem assumir o controle da interação das crianças com outras crianças. 

Se o seu filho está jogando videogame enquanto se isola no quarto, pense em mover o console para a sala, onde você pode se relacionar com seu filho e ele não ficará isolado do mundo exterior.

Menos habilidades sociais

Como alguns brinquedos de tecnologia exigem mais foco do que outros, pode ser quase impossível conversar com seus filhos. 

Quanto mais eles brincam com seus brinquedos de tecnologia, menos provável que eles se comuniquem e se socializem com você e seus amigos.

Portanto, é muito importante colocar limites para o uso do videogame e incentivar que o seu filho tenha contato com outras crianças. 

Conclusão

Todos os brinquedos promovem um nível de aprendizado e diversão, mas os brinquedos de tecnologia precisam de um pouco mais de atenção e limites do que os brinquedos educativos. 

Ambos podem residir em sua casa em perfeita harmonia, mas não deixe que sejam uma divisão quando se trata de brincar com seus filhos.

De preferência, incentive que as crianças tenham mais contato com os brinquedos educativos. Elas poderão insistir e querer o videogame, mas mostre como os outros brinquedos são divertidos. 

Para incentivar a criança, brinque junto com ela. Uma grande vantagem dos jogos educativos é que a maioria deles permitem que mais pessoas brinquem junto à criança. 

Os videogames podem sim fazer parte da rotina da criança, caso você queira, mas é extremamente importante que existam limites. 

Esperamos que tenha gostado do conteúdo e que agora esteja mais claro sobre o que dar de presente para crianças. 

Comentários estão fechados.