O Que Vender na Rua e Ganhar Dinheiro nessa Pandemia? 7 Dicas

Essa pandemia pegou todo mundo de surpresa, e muitas pessoas tiveram que se reinventar para poder inclusive sobreviver, e a carretinha tem sido uma ferramenta de trabalho que vem ajudando muitos. Algumas pessoas que possuem o Bolsa Família por exemplo, tiveram que se adaptar a nova realidade da pandemia.

Basta adaptar ao seu carro, e dessa forma, você pode vender os mais variados produtos na rua, e é só usar a sua criatividade.

Desde doces, salgados até utensílios para o lar, por exemplo.

Nesse momento, vale a pena pesquisar o que outras pessoas estão fazendo e, se possível, oferecer algo diferente, pois é assim que você vai conseguir se destacar dos seus concorrentes.

Portanto, para lhe ajudar a dar o pontapé inicial, separamos aqui algumas dicas para começar o seu negócio e poder faturar bastante com as suas vendas.

É difícil vender produtos na rua e ganhar dinheiro?

Em primeiro lugar, não é da noite para o dia que você vai começar a ganhar dinheiro, afinal, as pessoas ainda não conhecem você.

É fundamental que os seus produtos sejam de qualidade e que de certa forma, você aplique algumas técnicas de venda, e em pouco tempo, já terá uma clientela fiel.

Agora, o que ajuda bastante é se você tivesse uma carretinha para poder expor os seus produtos, uma vez que dá uma sensação de organização.

Vamos supor que você resolva vender doces e bolos. Colocaria divisórias para cada tipo de doce e um local para colocar os pratos descartáveis e guardanapos.

Dependendo do tipo de produto, você faria as adaptações necessárias, de forma que o cliente olhe e tenha uma visão geral do que você oferece.

Voltando à pergunta se é difícil vender na rua. Com um pouco de trabalho, dedicação e as ferramentas certas, tem tudo para dar certo.

O que vender durante essa pandemia?

Como já foi dito, muitas pessoas tiveram que se reinventar durante a pandemia, seja porque perderam seus empregos ou tiveram redução nos seus salários.

E como as contas continuam chegando, é preciso encontrar maneiras de ganhar dinheiro, e vender produtos na rua em uma carretinha é uma alternativa.

Mas, o que você poderia vender?

  • Bolos e doces;
  • Sanduíches;
  • Salgados;
  • Quentinhas;
  • Cachorro-quente;
  • Tapioca;
  • Café da manhã.

Essas são ideias no ramo da alimentação, mas também é possível oferecer produtos para casa, brinquedos para crianças, acessórios para escritório, plantas, enfim, produtos para facilitar a vida das pessoas.

Com a pandemia do Covid-19, muitas pessoas estão com receio de ir ao shopping ou uma loja e se puderem encontrar o que precisam na porta de suas casas, provavelmente vão preferir.

Como começar meu negócio?

Primeiramente, faça uma lista de coisas que gostaria de vender e faça uma pesquisa de mercado para saber se realmente existe demanda.

Não adianta de nada oferecer, por exemplo, bolos e doces em um local que tem muitas padarias ou lanchonetes ao redor.

Por isso, é preciso também avaliar muito bem os locais onde vai parar a sua carretinha. Caso contrário, não vai alcançar os resultados que deseja.

Um outro ponto a considerar é para quem você vai vender. Quando você define seu público, fica mais fácil pensar em produtos que despertem mais o seu interesse e que, de certa forma, atendam às suas necessidades.

Além disso, tente se diferenciar ao máximo de seus concorrentes e procure sempre estar inovando e oferecendo algo novo.

Por exemplo, vender brinquedos e livros infantis perto de escolas é uma ótima estratégia, principalmente se não houver nada por perto.

Provavelmente, as crianças vão pedir para os seus pais, pelo menos para dar uma olhada e cabe a você convencê-los de comprar.

Como você viu, são inúmeras as opções de vender na rua. Dedique um tempo para analisar o mercado na sua região, se existem outras pessoas também vendendo e tente oferecer algo totalmente diferente.

Se seguir essas dicas, com certeza vai ficar surpreso com os resultados!

Comentários estão fechados.