Quais alimentos causam cólicas no bebê

As cólicas são muito comuns durante os primeiros meses de vida de um bebê. 

Em muitos casos, a causa das cólicas ainda é desconhecida. Entretanto, em outros, acredita-se que certos alimentos (especialmente aqueles que contêm açúcar) podem causar as cólicas no bebê.

De fato, não há evidências que sustentem a teoria de que certos alimentos são ruins para os bebês.

Se seu bebê está tendo algum problema digestivo ou se sente geralmente desconfortável quando você lhe dá certos alimentos, você deve eliminar esses alimentos da dieta dele.

Neste artigo, procuramos definir algumas possíveis razões para cólicas. No entanto, é sempre importante consultar um médico para ter uma visão mais clara e específica sobre a origem das cólicas em bebês. 

Alimentos que causam cólicas no bebê 

Leite de vaca

Muitas famílias fazem de tudo para deixar confortável seus bebês: compram roupas de recém nascido belíssimas, deixam o quarto maravilhoso mas podem se esquecer do essencial, que é a alimentação correta. 

Como nós sabemos, todos os mamíferos, incluindo nós seres humanos, produzem leite para seus bebês. 

Entretanto, nem todos os mamíferos produzem exatamente o mesmo tipo de leite. Somente vacas produzem leite que contém uma certa proteína chamada “caseína”. Esta proteína é a que às vezes causa reações alérgicas em bebês humanos que são alimentados apenas com leite de vaca.

Além disso, recém-nascidos têm muito pouca resistência a bactérias.

Portanto, dar leite materno para os primeiros seis meses é muito importante para a saúde dele ou dela. Ao fazer isso, seu bebê desenvolverá uma forte imunidade e resistência às doenças mais tarde na vida.

Felizmente, há muitas outras opções não lácteas que fornecerão ao seu bebê todos os nutrientes de que ele precisa, caso o leite materno não esteja disponível.

A formação de gases e o aumento dos movimentos do intestino são alguns dos exemplos desses efeitos colaterais que, por sua vez, acabam resultando nas cólicas.

O Ministério da Saúde recomenda a amamentação como fonte de alimentação exclusiva dos bebês até os seis meses de idade. O leite artificial só deve ser dado em casos específicos, sempre com a orientação médica.

Chocolate

Para a tristeza de muitas mamães, os chocolates também podem contribuir para as cólicas no bebê. A razão disso está relacionada às proteínas do leite, já que este é um dos ingredientes para a fabricação de muitos tipos de chocolate.

Se você está amamentando, você deve evitar comer chocolates. 

Leguminosas

Como sabemos, a fermentação no intestino pode causar um enorme desconforto: pode levar ao inchaço, gases, prisão de ventre e muitos outros sintomas desagradáveis.

Certos alimentos, como as lentilhas e feijões, contêm compostos chamados fitatos, que se ligam às bactérias fermentadoras no intestino e os impedem de se multiplicar e causar problemas.

Portanto, evitar esses alimentos é importante no momento de amamentação.

O mais importante é que a mãe possa comer bem durante a gravidez. Além de ajudar no desenvolvimento do sistema imunológico do bebê, também fortalece a flora intestinal da mãe. 

Vegetais crucíferos

Brócolis, couve-flor, couve-de-bruxelas e couve-repolho podem causar defeitos congênitos se consumidos durante a gravidez. 

Apesar de serem considerados para ter uma vida mais saudável, estes vegetais podem transmitir alguns aspectos que podem ser negativos para o leite da mãe.

Por isso, é importante que sejam evitados. 

Carnes vermelhas em excesso

Obviamente, a carne vermelha não é a única causa das cólicas em bebês. 

A fermentação no intestino, que causa cólicas em bebês, geralmente se dá com qualquer tipo de alimento que passa por um longo processo de digestão. A carne vermelha é um desses alimentos.

Entretanto, vale ressaltar que não há evidência científica que comprove essa hipótese. Os especialistas recomendam, no entanto, que haja bom-senso por parte das mães.

Café

Para os amantes do café, talvez essa possa ser uma péssima notícia. O consumo de café pode também causar desconforto para o bebê.

O problema não é do café e sim da cafeína, que age como um estimulante para o bebê através do leite materno. Como é da natureza do estimulante, pode não causar diretamente as cólicas, mas torna a criança mais agitada.

Conclusão

Este foi nosso artigo sobre alimentos que causam cólicas para bebês.

Se você prestar atenção aos alimentos que causam seu desconforto, você descobrirá que não precisa evitá-los completamente. Você precisa comê-los com moderação. Isto melhora a qualidade de seu leite materno e, portanto, é algo que você deve considerar.

Esperamos que este artigo tenha sido útil para você. É sempre importante ouvir a opinião de um pediatra ou outro médico de confiança. 

Se gostou do artigo, aproveite e compartilhe em suas redes sociais favoritas.

Leia também: Quanto tempo o bebê usa roupa RN e quando mudar para roupas infantil

Comentários estão fechados.