Criptomoedas: seu dinheiro na nuvem

Você já deve ter ouvido bastante sobre as tais “moedas virtuais”, que estão com uma valorização impressionante nos últimos anos e se perguntando: Como assim tem uma moeda que não pegamos na mão e existe no virtual? Deve ser mentira!

Não, isso é absolutamente possível pois o dinheiro está na nuvem. Agora, o que é essa tal nuvem? Fique tranquilo, é o que iremos te explicar aqui sobre as criptomoedas, seu dinheiro na nuvem

Criptomoedas: dinheiro que não se vê

Muita gente se assusta quando falamos sobre o dinheiro que não se vê e nem se toca. As razões das preocupações são, inclusive, naturais.

Nos acostumamos desde sempre a ter o papel moeda em nossas mãos, em saber exatamente o quanto devemos ter para comprar comida, pagar nossas contas, etc.

Mas, a partir do paradigma quebrado em 2007 por Satoshi Nakamoto, que apresentou o bitcoin e a rede blockchain, começamos a perceber que aquilo que conhecíamos poderia ser bem diferente.

Mas seria possível ter dinheiro simplesmente de forma online? Mas não é sinônimo de golpe?

Então, essa é uma dúvida que permeia até hoje muitas pessoas que pensam que não passa de uma forma de tirar dinheiro dos outros.

O que podemos dizer é que, além da pessoa estar absolutamente errada, está perdendo uma grande chance de mudar de vida com um novo dinheiro.

Pensemos bem: não seria absolutamente incrível ter uma moeda:

  • Totalmente descentralizada, sem precisar de um banco ou de banco central para regular o funcionamento, sendo administrado por todos os usuários dentro da rede de transações.
  • Moeda produzida diariamente pelos mineradores e podendo ser transacionada com todas as informações protegidas por códigos;
  • Privacidade absoluta, onde somente o proprietário tem acesso a sua carteira de criptomoedas.

Além disso, ter ativos altamente valorizados e aceitos como método de pagamento fazem com que sejam muito mais atraentes.

Com as vantagens mencionadas acima, está cada vez mais evidente que comprar bitcoins e outras criptos é algo fundamental para diversificar a carteira de investimentos. Mas você continua a se perguntar: onde é que esse dinheiro fica?

A resposta é direta: ele fica armazenado em redes que formam cadeia de blocos (ou blockchains), funcionando diretamente em nuvem. 

Dinheiro na nuvem? Que história é essa? Vamos explicar abaixo.

Criptomoedas: seu dinheiro na nuvem

Já dissemos que as moedas virtuais não estão em nossas mãos, mas guardadas em redes localizadas na nuvem. 

Resumidamente, eles estão alocados no serviço de cloud computing, ou computação em nuvem.

São grandes servidores que possuem banco de dados com milhares de informações armazenadas.

O grande detalhe está no fato de não estarem guardadas em servidores físicos, compondo data centers enormes com salas refrigeradas e demandando custos de manutenção.

Esses bancos estão sob demanda sem a necessidade de gerenciamento ativo e que podem ser acessados em qualquer lugar do planeta.

Um detalhe para deixar mais tranquilo a quem está lendo este artigo: no blockchain, mesmo que acesse de qualquer lugar do mundo, somente você e todos os que estiverem na rede vão ter acesso a carteira individual e as transações realizadas por ali.

O que é necessário fazer, então? Ter acesso à internet, não é uma tarefa difícil. Além de fácil, é altamente seguro e todos os dados são criptografados e altamente sigilosos.

Finalmente, sabendo de todos os detalhes e o funcionamento das criptomoedas, abra a possibilidade de investir em moedas digitais que estão revolucionando o mercado financeiro.

Encontre uma corretora de confiança, ou marketplace de criptomoedas como a Bitpreço faça seu investimento e tenha rentabilidade e lucratividade com as criptomoedas. 

Bons investimentos!

Comentários estão fechados.