Como o exercício regular melhora seus estudos

Muitas vezes você quer estudar para aquela prova, exame super difícil mas muitas vezes está exausto, o seu cérebro não está mais acompanhando o seu raciocínio, e você pensa porque não estou conseguindo estudar? Essa prova é importante, mas mesmo assim você não se concentra. Já aconteceu isso com você?

Bom, a resposta é: sabe qual é? Fazer exercícios! Sim, você leu certo. Parece contra-intuitivo mover-se quando você está cansado, mas o exercício físico pode lhe dar a explosão de energia de que você precisa para estudar.

Os benefícios de longo alcance do movimento físico não só aumentam o aprendizado, mas também o corpo e a mentalidade. Não é por acaso que muitos humanos bem-sucedidos – Madonna, para citar casualmente um favorito – tornaram os exercícios um hábito diário.

Abaixo você vai conferir as principais dúvidas sobre o tema:

Mas o exercício físico pode exercitar o seu cérebro?

Com certeza: não há a menor dúvida. A ciência biológica sustenta que a melhor maneira de manter sua mente e corpo em ótima forma é ser fisicamente ativo. Mesmo um único treino com pesos pode melhorar imediatamente a memória de longo prazo em cerca de 20%.

Como o exercício físico funciona no meu cérebro?

Seu cérebro é o centro de comando do seu corpo e requer uma alimentação constante de energia na forma de glicose e oxigênio para funcionar com eficiência.

Quando você se exercita, as necessidades de oxigênio do seu corpo disparam. 

Consequentemente, seu sangue, o transportador de oxigênio, nutrientes e glicose, é bombeado com mais vigor para todas as regiões do corpo, incluindo o cérebro. E com o oxigênio e a energia aumentados, seu cérebro recebe a chamada de atenção de que precisa para funcionar melhor.

As pessoas relatam que se sentem mais relaxadas e com mais energia após o exercício, embora gastem energia.

Poderosos benefícios do exercício para o cérebro

Embora haja muitos benefícios dos exercícios, estamos nos concentrando nesses quatro porque eles afetam sua capacidade de estudar com eficácia:

  1. Melhor funcionamento cognitivo
  2. Sistema imunológico mais forte
  3. Saúde mental melhorada
  4. Melhor qualidade de vida

Vamos mergulhar mais fundo em cada benefício para aprender mais sobre a relação entre exercícios e estudos.

O exercício melhora o funcionamento cognitivo

Você sabia que seu cérebro pode crescer e mudar? “Plasticidade sináptica” é um jargão científico sofisticado para a capacidade de nossos neurônios de mudar de forma e estabelecer novos caminhos em resposta às mudanças no comportamento. 

O exercício aeróbico aumenta o fluxo sanguíneo para o cérebro, o que pode aumentar o volume do cérebro e melhorar a plasticidade e longevidade dos neurônios.

Por que isso é importante? Sem neuroplasticidade, aprender novas informações, idiomas ou habilidades seria quase impossível!

Exercício melhora o seu sistema imunológico 

Além dos benefícios cognitivos, o exercício regular também melhora a saúde geral. Não estou falando apenas sobre estar bem o suficiente para ter um desempenho nos exames; é também viver uma vida longa e saudável.

Não espere ter um sistema imunológico que elimine doenças se fizer alguns polichinelos algumas vezes por ano. Em vez disso, voltar para um movimento regular oferece melhor suporte a esse sistema regulatório sensível, complexo e crucial. Isso, por sua vez, melhora a resistência do corpo a patógenos, infecções e toxinas.

O exercício melhora sua saúde mental

Sabemos que o exercício é ótimo para o seu corpo e habilidades de aprendizagem. Mas também é eficaz para lidar com o estresse e a ansiedade.

Embora casar-se com alguém obscenamente rico e fugir de todos os problemas e responsabilidades da vida seja uma saída, o exercício é uma forma mais simples, embora surpreendentemente eficaz, de combater o estresse e ganhar uma perspectiva mental saudável.

Combine exercícios e estudos 

Muitas vezes sentimos que não há horas suficientes no dia. 

Frequentemente, resulta em escolher uma de nossas prioridades e deixar que outras juntem poeira. Então, por que não combinar exercícios e estudos?

Se você estiver saindo para uma corrida ou até mesmo levantando pesos na academia, tente ouvir anotações de estudo, palestras gravadas, vídeos do YouTube ou podcast. Você pode até mesmo gravar a si mesmo falando suas notas mais importantes para torná-las relevantes e interessantes.

Leia suas anotações enquanto faz atividades leves, como caminhar em uma esteira. Ou espalhe suas anotações em sua mesa e agache-se ou sente-se na parede enquanto lê. Essas duas opções fazem o sangue fluir enquanto você estuda.

Acorde mais cedo 

Acordar apenas uma hora antes dá a você uma hora inteira extra para começar seu dia de forma incrivelmente energizada. Então, por que não fazer? 

Vá para a cama uma hora antes se estiver preocupado com o sono.

Para adquirir o hábito, tente fazê-lo gradualmente. Comece 10-15 minutos mais cedo por 2 a 4 dias até se acostumar. Em seguida, levante-se mais 10-15 minutos antes. Faça isso até ter uma hora inteira a mais para dedicar a uma sessão de exercícios matinal.

O exercício aumenta o poder do cérebro

O exercício aumenta a capacidade cerebral, gerando mais oxigênio para o cérebro. Ele atenua doenças tanto para os exames quanto para a nossa vida. 

Além disso, melhora a saúde mental e ajuda-nos a dar uma merecida pausa nas preocupações. Ele também eleva nossa sensação geral de bem-estar, dando início a endorfinas ‘felizes’ e nos dá a energia para superar quaisquer desafios, incluindo sessões de estudo intensas.

Existem muitos problemas que o exercício pode resolver, mas exige tempo, esforço e dedicação. Um estilo de vida saudável é um compromisso que você assume todos os dias pelo resto da sua vida: uma espécie de casamento … mas que você definitivamente não quer terminar em divórcio!

Conclusão 

Com tantos benefícios positivos para a saúde física e mental dos exercícios, os alunos seriam negligentes se não aproveitassem seu potencial para melhorar a capacidade do cérebro, especialmente durante a hora dos estudos de geografia para o enem.

Gostaram do texto? Ficou com alguma dúvida ou tem novas sugestões deixe abaixo nos comentários. 

Veja também: As melhores músicas para desenhar

Comentários estão fechados.