Como serão os carros do futuro quanto a tecnologia

No futuro será possível dirigir, por exemplo, um Fiat Strada usando chaves personalizadas, controlando a direção somente com os olhos e será possível ouvir música sem a necessidade de ter alto-falantes no carro. Sem dúvida alguma, as fábricas automotivas continuam avançando com novidades tecnológicas que poderão ser curtidas dentro de alguns poucos anos.

A industria automobilística está aproveitando o avanço tecnológico e a Inteligência Artificial para encontrar soluções e propor novas formas de condução, tanto de um Fiat Strada usado como de qualquer outro veículo usado ou novo.

Hoje em dia já é comum falarmos de veículos híbridos, elétricos e também de carros que já podem fazer manobras de estacionamento automaticamente. Agora, o seguinte passo é a direção sustentável baseada nos avanços tecnológicos, melhorando a relação motorista – carro. O Fiat Strada hard working, por exemplo, poderá contar com conforto e segurança através da conectividade tecnológica.

A transformação que está acontecendo na indústria automotiva é impressionante. A velocidade com a qual estão acontecendo as mudanças tecnológicas é incrível. Por esse motivo, aqueles carros que a gente via nos filmes de ciência ficção, estão muito perto de se tornar realidade. Não se trata de um Fiat Strada usada, mas daquele veículo que rodava em filmes futuristas.

Elementos e acessórios tecnológicos

  1. Chaves inteligentes: My Key. A empresa Ford apresentou uma tecnologia especial, relacionada à programação das chaves do carro. De que jeito funcionará essa programação? Pios bem, os pais poderão fazer a configuração do uso do cinto dce segurança, poderão reduzir o volume do áudio e até colocar um limite de velocidade do carro, quando o filho estiver dirigindo!
  • Chips para carros autônomos. A empresa Qualcomm apresentou a Snapdragon Ride, uma nova plataforma com chips para a direção autônoma dos carros, como Fiat Strada usada. Essa nova plataforma poderia começar a funcionar no ano de 2023, com funções de reconhecimento de objetos no interior e no exterior do veículo.
  • Controles através da visão. A marca Audi está decidida a superar o uso da voz e das telas multimídias para controlar as diversas funções do carro. Audi está dedicada a criação de óculos infravermelhos que, graças a uma tela desenvolvida pela empresa Samsung, essa tela reconhecerá os movimentos dos olhos oferecendo informação no para-brisas até 70 metros diante do veículo. Dessa forma, o motorista não perderá a atenção enquanto dirige.
  • Conectividade e sincronização. Já Hyundai apresentou o Mobis M Vision S, um elemento que reconhece ao motorista através do reconhecimento facial e através do scanner da retina do motorista. Esse modelo permitirá sincronizar com a agenda do smartphone do motorista, conseguindo assim toda a informação sobre o trânsito e o tempo de viagem. a comunicação do veículo com o exterior acontecerá através de luzes led de diversas cores.
  • Música sem alto-falantes. Existe uma tecnologia chamada Ac2ated que está baseada em instrumentos de corda de madeira, com o corpo agindo como câmera de ressonância. Desse modo, gera som através da vibração. Utilizando os paneis de plástico interiores do carro, é possível conseguir um som envolvente, sem a necessidade da instalação de alto-falantes ou outros componentes convencionais.

Tecnologias que mudarão os carros no trânsito

No futuro próximo, os filmes de ficção virarão realidade no nosso dia a dia, porque já estão em caminho soluções tecnológicas para uma melhor direção e um trânsito mais organizado e seguro.

Existirão mais câmeras, mais sensores e luzes específicas que, além de cumprir a função de iluminar, também desenharão símbolos na rua com o intuito de advertir ao motorista sobre alguma situação em particular ou também para enviar uma mensagem a um pedestre.

Tudo isso será possível através do uso de um sistema elétrico muito mais potente e que contará com uma capacidade maior para poder assumir o funcionamento dos novos dispositivos que os carros do futuro terão, sendo mais eficientes.

Já não existem mais dúvidas: o carro que se dirigirá sozinho está prestes a chegar à nossa realidade. Só falta conseguir que esse sistema possa funcionar sob qualquer circunstância.

Comentários estão fechados.