Brasil permanece com voos abertos para o Reino Unido

Embora mais de 40 países já tenham proibido voos do Reino Unido para se proteger de uma mutação do coronavírus, o Brasil até agora se limitou a monitorar a situação e exigir um resultado negativo no teste RT-PCR para qualquer viajante que queira entrar em território nacional.

“A Portaria nº 630, de 17 de dezembro de 2020, em seu artigo 7º, exige um teste RT-PCR negativo para qualquer viajante, brasileiro ou estrangeiro, que queira entrar no Brasil por via aérea, incluindo passageiros do Reino Unido”, disse a Casa Civil em nota enviada no início da noite de segunda-feira (21).

A exigência negativa do exame do Covid-19 foi decretada na semana passada, mas só começa em 30 de dezembro.

“Vale ressaltar que o Comitê de Crise de Supervisão e Monitoramento dos Impactos do Covid-19 monitora diariamente a situação do coronavírus no Brasil e no mundo”, conclui o breve comunicado da pasta chefiada pelo general Walter Braga Netto.

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) informou que as decisões sobre fechamento ou abertura de fronteiras e políticas restritivas para entrada no país cabem a um grupo interministerial.

Cuide da sua saúde e nos vemos em breve!

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.